ABEX Futebol ► Código de Conduta
CÓDIGO DE CONDUTA

Nomenclatura da Profissão

► Executivo de Futebol

Área de Atuação



Formação sugerida

► Ensino Superior Completo.
► Conhecimento da Legislação Esportiva.
► Conhecimento em registros e Transferências.
► Conhecimento da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
► Noções básicas de Informática.
► Conhecimento da língua inglesa.

Código de Ética

► Exemplar conduta entre os Executivos (respeito, lealdade, transparência, entre outros).
► Troca constante de informações significativas.

Relação com Treinadores

► Construir e estabelecer uma confiança recíproca entre as partes.
► Esclarecer que as diretrizes do trabalho sempre serão definidas pela Instituição.
► Não vincular-se a carreira do treinador.

Relação com Atletas

► Implantar Manual de procedimentos, por escrito.
► Promover demonstrações periódicas das normas, através de palestras e/ou reuniões.
► Estabelecer limites de relacionamentos.
► Fazer obedecer a hierarquia do clube.
► Manter contato freqüente, visando identificar possíveis problemas com antecedência prévia.

Relação com Agentes

► Estabelecer uma relação estritamente profissional.
► Evitar manter reuniões individuais.
► Ter a máxima transparência nos acordos.
► Formalizar 100% das negociações. Escrever todos os detalhes das tratativas e apanhar assinatura das partes.

Relação com Investidores

A) Investidores Financeiros (aqueles que não têm relação direta com o atleta).
► Direcionar os contatos para os Departamentos específicos.
► Indicar e orientar o clube quanto a captura de investidores para negociações e contratações.
► Não permitir nenhuma interferência do investidor nas decisões do Departamento de Futebol.
► Não assumir compromisso com investidores.

B) Investidores Pessoais (aqueles que trazem o atleta para o clube mediante participação societária nos direitos econômicos).
► Negociar dentro dos padrões do clube com aqueles investidores que façam o suporte extra-campo à carreira dos atletas.

Relação com Setores Administrativos

► Esta relação deve ser a mais harmoniosa possível, com processos bem consolidados, buscando a máxima otimização e agilidade dos procedimentos.

Relação com a Imprensa

► Manifestar-se em assuntos de extrema relevância.
► Posicionar-se nas crises.
► Afastar-se ao máximo da imprensa para trabalhar com tranquilidade deixando à cargo da direção os pronunciamentos oficiais.
► Manifestar-se apenas sobre os assuntos do cotidiano.

Relação com a Torcida

► Não deve existir relação direta do Executivo de Futebol com a torcida.
► A relação deve ser institucional.

Relação com Redes Sociais (Internet)

► Jamais deve existir o relacionamento de um Executivo de Futebol através das redes sociais.

Relação com Entidades de Administração

► Se fazer atuante tecnicamente junto à Federação e à Confederação, participando de todos os eventos relativos ao futebol.
► Preferencialmente participar das reuniões de negociação de cotas de televisão visando ter total conhecimento do orçamento disponível para execução de seu trabalho.

Relação com Sócios

► Ser o elo do Departamento de Futebol com o Marketing do clube na elaboração de procedimentos e rotinas que visem a fidelização cada vez maior do quadro social, criando processos de aproximação do executivo , atletas e comissão técnica com os sócios.